30.9.09

Programa do Dançarilhas


O programa mais detalhado do Dançarilhas,
com a planificação das oficinas de formação, concertos / bailes, outras actividades já está disponível em:http://dancarilhas.roglin.com/index.php?option=com_content&view=article&id=73&Itemid=101

14.9.09

Inscrições para o DOC

Rotas - Rua de Pedro Homem 49
Telm. 91 717 3771
Preço - 60 euros

Horário: 12h às 15h
19h ás 22h

13.9.09

ATELIER DE REALIZAÇÃO DE DOCUMENTÁRIO, S. MIGUEL, 12 DE OUTUBRO A 14 DE NOVEMBRO

Realizar um filme é construir uma representação do mundo a partir de um ponto de vista pessoal.

Introdução

"No inicio, imaginava que as luzes da sala de cinema se apagavam para que se pudessem ver melhor as imagens no ecrã. Observei com mais atenção os espectadores comodamente sentados nas suas cadeiras e constatei que havia uma razão muito mais importante: essa obscuridade permitia a cada espectador separar-se melhor dos outros e estar sozinho, estar simultaneamente entre os outros e separado deles.
Cada indivíduo , ao ver um filme, cria o seu próprio mundo. A partir de cada detalhe – de uma cidade ou de uma pradaria, de uma personagem ou de um tema – que aparece no ecrã, cada espectador absorve a informação para depois criar o seu universo. O cinema não nos informa apenas acerca de um único mundo, mas de vários. Não nos fala de uma realidade, mas sim de infinitas realidades." - Abbas kiarostami


Neste atelier pretendemos criar um espaço onde se pense o cinema como uma arte e um instrumento de representação, reflexão e compreensão do mundo que extrapola as fronteiras do meramente visível, onde a representação das coisas que pensamos banais e comuns nos permite afinal redescobri-las e surpreender-nos de novo. Um filme pode não alterar mundo em si mesmo mas o seu decorrer, alterando a forma como o vemos e encaramos.

É no cinema documental que queremos que este espaço incida. Não como forma dogmática de um género mas sim enquanto representação de algo que nos é próximo, física e emocionalmente: uma pessoa, um grupo, um lugar, uma acção... Propomos fazer isso em grupo, através do registo, visionamento e discussão de imagens e sons que testemunhem a forma como vemos e compreendemos o mundo, como se de uma epifania se tratasse.

A técnica não é o essencial e ela não será o tema desta formação. A técnica interessa-nos apenas na justa medida em que nos permita captar imagens e sons sobre os quais possamos trabalhar.

Na sequência do trabalho que começámos em 2008, o objectivo este ano é mais uma vez suscitar e aprofundar o interesse pelo documentário nos participantes, e começar desta forma a criar um pequeno núcleo de potenciais realizadores que poderão fazer filmes que revelem olhares justos sobre a realidade em que vivem. O que queremos desenvolver com os participantes deste atelier é um genuíno sentido de escuta e um principio de cumplicidade com quem e o que se filma. Fazer um filme é estar aberto ao mundo com curiosidade e espírito critico, trabalhando pontos de vista sobre a realidade em que vivemos.

PLANIFICAÇÃO GERAL DO ATELIER

Este atelier será desenvolvido em três fases:
Introdução, 1ª semana: 9 a 17 de Outubro

- Visionamento e análise de filmes em grupo. Iremos mostrar e discutir alguns filmes marcantes da história do documentário criando assim um universo de referências comum a que iremos recorrer frequentemente no decorrer do atelier.
- Apresentação e explicação do equipamento de filmagem aos participantes. A forma de trabalho que vamos propor durante o atelier pressupõe que todas as filmagens sejam feitas por equipas de duas pessoas: operador de câmara e engenheiro de som. Todos os participantes serão realizadores e operadores de câmara dos seus próprios filmes e exercícios e farão som nos exercícios dos colegas. Nesta primeira fase do atelier o objectivo é perceber como podem trabalhar estas equipas de dois (câmara e som) e treinar esse funcionamento.- Realização de dois curtos exercícios práticos cujo objectivo é introduzir na prática algumas questões fundamentais da filmagem em documentário, também discutir os problemas e as dificuldades de cada um e perceber o grau de autonomia e desenvolvimento do grupo. Todos os exercícios serão visionados e analisados em grupo.- Discussões em grupo e individuais sobre o tema proposto para os exercício finais e as ideias de cada participante.

O objectivo é que no final desta semana todos os participantes saibam o que vão fazer e tenham já começado a pesquisa.

Rodagem, 2ª, 3ª e metade da 4ª semana: 19 de Outubro a 4 de Novembro

- A partir da segunda semana cada participante inicia a rodagem do seu exercício final. A rodagem de cada um será acompanhada pelo grupo. De cada vez que se filma, o material filmado é visionado e discutido em grupo. Simultaneamente haverá encontros individuais com cada participante.
- Continuação de visionamento de filmesMontagem, metade da 4ª semana e 5ª semana: 5 a 13 de Novembro - Cada participante terá três dias para montar o exercício final. Estas montagens serão feitas com montadores profissionais que participarão no atelier de montagem em documentário que terá a duração de duas semanas e cujo objectivo final será montar os exercícios dos participantes no atelier de realização. As montagens serão acompanhadas pelos formadores do workshop e um formador em montagem que virá dar o atelier de montagem em documentário.

- As montagens serão feitas em unidades de montagem com Final Cut a disponibilizar pelos responsáveis pelo atelier.

Projecção e discussão pública dos exercícios finais:
14 de Novembro

- No dia 14 de Novembro todos os exercícios serão projectados numa sessão pública e discutidos após a projecção.Algumas regras para a realização dos exercícios finais
- Cada participante deverá encontrar o seu tema de trabalho partindo do tema proposto para o atelier: o Mar (ver texto de apresentação do tema do atelier)
- Em todos os exercícios realizados durante o atelier, inclusive o exercício final, não se poderá utilizar a voz-off nem música sobreposta ao material filmado
- Cada participante apenas poderá filmar 2h de material em bruto- As filmagens serão sempre feitas por equipas de duas pessoas (realizador/câmara + som)
- Todo o material filmado deverá ser visionado e discutido em grupo antes de se voltar a filmar

Período12 Out. a 14 Nov.

Participantes6
Participantes para realização3
Participantes para montagemMax 12
Participantes para o módulo teórico (incluindo os 6 participantes do atelier de realização e os 3 de montagem)

Disponibilidade dos participantesTotal (8h por dia)