19.12.05

Olha pra ela

É a Catarina. A amiga das sextas. Só que esta sexta feira ela não apareceu. Ai Nordeste, Nordeste...
natall 014a

Não se esqueçam

O Rotas fecha às 19h...se quiserem dar uma olhadela...o chá e línguas de gato ou suspiros são de borla.

A Fauna e a Flora

O Paulo e a Lisa(flowers in my hair 1968) com o Quico (filho do Paulo) fazem parte da fauna( e da flora) que frequenta o Rotas. Só gente interessante. Desconhecido, vá confirmar in loco e torne-se nosso conhecido. Aqui a palavra cliente foi abolida.
rosas 001a

7.12.05

É Natal e o Rotas está a abarrotal

Nunca fui muito bom a rimar...muito menos a remar...enfim , aproxima-se o Natal e o Rotas tem montes daquelas coisas que apetece comprar mas que não se sabe bem se as pessoas a quem as queremos oferecer vão gostar. Um conselho: o melhor é comprar e se vir a pessoa a quem está a oferecer, torcer o nariz faça marcha atrás e ofereça o presente a si mesmo.
Temos de tudo:

natalrts 003a
Os presépios da Catarina Ferreira

natalrts 002a

Os anjos e outras figuras da Graça Tomé

natalrts 005a

Os colares e restante bijutaria da Joana Dias


natalrts 004a

As botijas que vierim do contenente

natalrts 007a

O bébé do Má...que disparate...este não está à venda, desculpem

24.10.05

À paparocaaaaa!!!!



Os almoços e jantares vegetarianos por marcação no Rotas estão a ser um sucesso. Aqui imagens dum encontro de praticantes de yoga.

28.9.05

As iguarias vegetarianas(e não só) do Rotas

confeccionadas pela Catarina são do ca(tarin)raças...

maisfotos289005 026a

maisfotos289005 033a

23.9.05

Cortesia da casa

Tal como este velho banco de carpinteiro que faz parte do mobiliário do Rotas e que era utilizado sobretudo na feitura de "pequenas" peças, a filosofia do nosso/vosso espaço aponta para o usufruto dos pequenos prazeres e na manutenção dum estilo de vida saudável a vários níveis. Estamos abertos entre as 8 e as 19h. E o chá da Gorreana é cortesia da casa.

sismoss 056a

22.9.05

Há prémio ( descubra qual)



Duas supostas obras de arte que se encontram no Rotas. Descubra qual a verdadeira obra de arte e qual a falsificação.
Um dos dois autores também é uma falsificação.

27.8.05

Mas aonde é que foram???

Não,não nos fomos embora...
Pois bem, tivemos um pequeno problema com estas coisas das tecnologias!!
Mas o rotas continua de boa saúde e com a mesma energia, que lhe é própria...
Voltamos de férias já no dia 1 de Setembro, todos os dias da semana, das 8 horas ás 19 horas

4.5.05

No Rotas, o bolo de chocolate confeccionado por Lurdes Pacheco Dias é um dos produtos mais procurados. Que o digam estas três meninas(uma delas mais do que as outras - adivinhem qual e não se fiem nas aparências) que vêm de longe, de muito longe, de paragens remotas no fim do mundo( fala-se sempre do fim do mundo, mas ninguém fala do princípio do mundo. Nem do meio. Será que o mundo não tem princípio, meio e fim?)expressamente para saborear o bolo de chocolate. Quando não há bolo elas fazem-nos ter de chamar a ambulância e um piquete da polícia. É que quando não há bolo elas ameaçam suicidar-se.
velhaccatlantico 006a

20.4.05

25 de Abril no Rotas

Vamos comemorar o 25 de Abril no Rotas(rua de Pedro Homem, 49, Ponta Delgada). À nossa maneira. Ou seja, com humor. Dia 23, sábado, a partir das 21h. NA sexta a partir dessa hora lá estaremos. E todos os fins de semana seguintes.
cravos-i20

Foi a Laura...!

boas 006

14.4.05

Pantufas de alcatifa. Catarina Ferreira assina.varias 002

A torta de cenoura do Rotas...

é, como diria a Catarina, "cá uma coisa!!"Trata-se de uma obra de Lurdes P. T. Dias
varias 014

13.4.05

Lindo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Um abafador de chá que pode ser usado como peça decorativa. Estão à espera de quê?
etal 001

Permanentemente

velho
este camarada tem reumático. Por isso não se pode deslocar com a celeridade normal. Daí que se perceba porque é que ainda não saíu do Rotas desde que o levamos para lá. Arrisca-se a fazer parte do mobiliário.

Venham ver

as criações da Catarina Ferreira
criações

5.4.05

Volta, mas de boa saúde. Não precisamos de doentinhos aqui a atrapalhar

A nossa Catarina foi operada ( eu devia dizer "aparada"- estiveram a aparar-lhe uns órgãos) e está a convalescer. Volta Catarina que a malta quando sabe que não estás, parece querer fazer marcha atrás e sair dali quanto antes. Já não me podem ver à sua frente.
MR

Rotas ou Rastas?

Não, não são os primeiros rastas que chegaram ao Congresso Regional Rastafari mas apenas o Rotas na sua onda multiculturalista. Um é português, o outro é grego, há um espanhol ali ao lado e dali a nada há-de chegar um belga de cabelo ainda mais estranho...
vga 002a

30.3.05

Não, não nos fomos embora...

Embora possa parecer ainda por cá andamos, continuamos abertos todos os dias na rua Pedro Homem...
E mais, continuamos a querer proporcionar atelies ou workshops e tudo o que mais sugerirem...que venham de todo o lado!! O que nós queremos é festa...

18.3.05

Este guarda chuva/sol não sai do seu lugar faça sol ou faça chuva. Uma vez saíu porque um cliente o raptou alegando que era seu. Se fosse seu não seria um rapto mas afinal o chapéu de chuva/sol era propriedade do João Pacheco de Melo, de modo que o polícia preferido do João(o que lhe passou maior número de multas de estacionamento) esteve quase a ser chamado para deslindar o crime. Felizmente tudo acabou em bem. quintartainhas 031a

17.3.05

esta vaquinha retrata um bocadinho da paisagem dos Açores...caso alguém não tenha reparado!

14.3.05

acerca dos actores...

O Miguel, não é Miguel mas Jaime!!! desculpa...
O Romeu, o meu querido Romeu veio fazer-nos uma visita, depois de 5 anos sem o ver...até parece que mudei de planeta!!!Obrigada,a Todos estão ser uns dias fabulosos...

Actores no Rotas

O Romeu, a Lúcia, o Miguel são actores encartados. Eles a trabalhar no contenente e ela na Candelária, S. Miguel. O MIguel aparece nos "Jica da Lapa", uma série em exibição na SIC. A Catarina, também ela actriz é da casa. A Ro não é actriz mas sim triz. É que com as amigas actrizes que tem , só por um triz é que não é actriz. Que piada fantástica...
imagensa 002a

Alexandra e Marco

Este casalinho é habitué do Rotas. Bem, mais ele do que ela mas pronto. O gaijo come como um javardo e quer pôr a piquena a javardar como ele. Por nós tudo bem mas a pequena pode transformar-se de cisne em elefante...imagensa 019a

João Pacheco de Melo himself

É ele mesmo, o João, dono do Rotas, o enorme João, palavroso, opinoso, gesticuloso, maravilhosamente aberto. imagensa 013aApanhei-o esta manhã a ler o jornal e a cavaqueirar com os clientes.

Simplesmente Maria

A Maria é a principal anfitriã do Rotas. Simpatia e competência fazem parte dos seus atributos o que, como se sabe, é essencial a quem recebe
imagensa 015a

4.3.05

coisastontas5 005patricia
E a Patrícia que há coisa de duzentos e doze anos não aparecia no Rotas, ontem teve saudades e veio...
Esta é a Mila, funcionária no Rotas, amante de música brasileira e poetisa popular nas horas vagas
coisastontas5 004mila

27.2.05

O Rotas no nosso mapa diário


Foi sugerido que escrevesse algo sobre o Rotas e aqui estou, não sei se para enriquecer este espaço mas para ao menos contribuir com a minha opinião sobre como vamos sendo e estando no espaço Rotas.
O espaço Rotas mudou. Mudou-o a Catarina, a Fantástica, criativa, a geradora e “fazedora” das ideias, cores, sabores e aromas. Sem o mapa da alma da Catarina, não teríamos a rota(o Rotas) dos nossos encontros diários.
O Rotas mudou. Mudou-o o Mário Roberto, o doido, o artista, o idealista compulsivo, comediante insatisfeito por achar que a ausência do humor e do riso, compromete a felicidade humana. No Rotas sorrimos, rimos mais com o Mário Roberto. Mário, traz-nos chá, de preferência com as “tias”, porque assim rimo-nos melhor! Até despedimo-nos a sorrir!
Diariamente convergimos ao Rotas "in the yellow house" e invariavelmente perguntamos – "Maria, de que é a sopa, hoje?". A Maria é quase sempre a solicitadora de cada um de nós, pelas sugestões de sabores e aromas que alquimiza na sua cozinha. A minha homenagem à Maria. A Mila! Quase sempre serve-nos o prato a 300km/segundo, com a delicadeza da sua juventude. É a fragrância do Rotas!
A magia do Rotas passa pela comunhão, na extensa mesa “de família numerosa”, de diferentes pessoas e diferentes gerações; depósito de criatividade, de arte, lugar das mensagens, convívio de encontros e desencontros. Um lugar onde se está com a alma no lugar, em paz. Quase sempre todos os dias penso em passar por lá nem que seja para um chá. A nossa rota passa pelo Rotas.
Um abraço
Paulo Andrade

26/2/2005
rotastias 005a

21.2.05

E já lá vai quase um ano...

Quase um ano, que eu e o Mario estamos com e no Rotas...é já no dia 6 de Março!
Vamos ter que fazer uma festa, já andamos a pensar como podemos dizer obrigada a Todos...Ao longo deste ano procuramos, como já disse quase meia duzia de vezes que todos tivessem um lugar no Rotas, já se sabe...
Mas queriamos mais e mais, por isso reafirmamos publicamente que estamos abertos a sugestões como workshops, temas para turtulias e tudo o que mais vós passar pela cabeça!! Aguardamos propostas...

20.2.05

E assim "se" faz a vida do rotas das pessoas que lá passam e que deixam um bocadinho de Si, das coisas que fazemos e que deixamos na lojinha com cor e alma, das pessoas que todos os dias lá trabalham... e ABRIMOS AO FIM DE SEMANA!

18.2.05

Mouzinho da Silveira foi vizinho do Rotas...era um gajo fixe

msilveira
Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda
Nasceu em 1870 e morreu em 1849 e era formado em direito pela Universidade de Coimbra. Com a retirada de Junot em 1808, é nomeado juiz em Marvão em 1810 e posteriormente transferido para Setúbal. De seguida é Provedor da Comarca de Portalegre. Aquando da revolta de 1820 no Porto, já tinha aderido aos ideais liberais foi Administrador-Geral das Alfândegas. Depois da Vilafrancada é nomeado Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda em 1823. As forças absolutistas desenvolvem manobras e intrigas e na sequência da Abrilada é o próprio D.Miguel que o prende. Quando o Rei consegue sair do Palácio da Bemposta, com a protecção dos franceses, envia D.Miguel para o exílio e Mouzinho é finalmente libertado. O tempo passa D.Miguel regressa e pouco depois proclama-se Rei Absoluto o que leva Mouzinho, de novo, ao exílio. Posteriormente é chamado por D.Pedro a Londres para negociar e contrair os necessários empréstimos para expedição aos Açores, que integra a convite do regente D.Pedro. É nomeado mais uma vez em 1832 Secretário de Estado dos Negócios da Fazenda. É a partir desta data que inicia a transformação das instituições económico-financeiras. Depois da vitória do partido constitucional é ele que faz a abolição dos dízimos e direitos reais, revoga impostos e monopólios, suprime muito das regalias de comendadores e dos eclesiásticos, suprime também os ofícios hereditários, estabelece a liberdade de ensino e de consciência marcando definitivamente a vida e o futuro dos portugueses.

A rua do Rotas

É uma rua do centro histórico de Ponta Delgada, a Rua de Pedro Homem. Defronte do Rotas ergue-se um edifício ligado às lutas liberais que nos anos trinta do séculoXVII deu guarida a Mouzinho da Silveirasousamelo 008a

16.2.05

No Rotas

Boneco de barro de Mário Roberto, lençóis pintados de Joana Dias, candeeiro de Catarina Ferreira...no Rotas
rotas3a

15.2.05

Marc

Este é o Marc, um catalão que anda por cá a estudar ao abrigo do programa comunitário Erasmus. É vizinho do Rotas(mora no primeiro andar, o Rotas fica no rés-do-chão), apreciador dos nossos "pecados de chocolate"(uma conjugação feliz de chocolate, amêndoa e leite condensado), faz surf, mistura música e gosta de fazer edição de vídeo. Estamos a preparar um filme, mas ainda é segredo...

marc1

13.2.05

Esta faz parte das memórias do Rotas. Mário Roberto e Catarina Ferreira em "O Chá das Tias", um misto de café teatro e stand up comedy no programa de actividades do Rotas.
Mário
rotastias 006

11.2.05

do que Vive mesmo o Rotas?
...de cada momento passado á volta da mesa comprida por todos os que lá passam e deixam um bocadinho de si... nas pequenas coisas que ganham forma, vida e alma própria e que a pouco e pouco vão encontrando um lugar para morar e uma razão para existir!!
Este foi um momento(dos poucos) em que o Rotas estava às moscas e eu me pude entreter a tirar umas fotografias para enfeitar o blog. E agora uma historieta: na fachada do Rotas há um pendão que diz - Rotas da Ilha Verde(o seu nome completo, Rotas é o nick, eh,eh) Loja de Coisas da Terra. Mas devido à configuração gráfica duma letra, também se pode ler Ratas. Uma conhecida nossa pensava mesmo, antes de lá entrar que se tratava duma loja de produtos destinados a desratização. O que eu temo é que se possa pensar que o Rotas(ou Ratas, dependendo da perspectiva) possa ser confundido com uma casa de passe. Passa!!

10.2.05

Rotas, já se sabe

O Rotas tem organizado eventos como uma " matinée" de música e poesia dos Açores que se prolongou até à noite e que contou com a colaboração do grupo de teatro Amphiteatrum. Na foto podemos ver o grupo em acção. Aí o Brito(ao violão) tocou a sua agora famosa canção "Já se sabe"

9.2.05

Não tardam as fotografias. Andamos a tratar disso. Poderão dar uma vista de olhos ao Rotas e ir entrando no nosso mundo.

7.2.05

O segundo

Aqui vai o nosso segundo post. Como é apenas o segundo não precisa dizer nada de jeito, basta-lhe ser o segundo post, mas ao terceiro post tal desmando não é permitido, portanto aguardem pelo third one.

5.2.05

Aqui vai o primeiro post deste novo blog que não será um blog qualquer, é o blog afecto ao Rotas(o pouso mais carismático de Ponta Delgada e arredores, sim, já sabemos). Mas o que é o Rotas? Para quem não sabe, e devem ser muito poucos os que não sabem, o Rotas, Rotas da Ilha Verde é apenas o pouso mais ...
MR